Título Original: Hothouse Flower
Autor: Lucinda Riley
Páginas: 560
Editora: Novo Conceito

A primeira leitura das minhas férias foi um ótimo retorno ao mundo literário. A Casa das Orquídeas é um romance forte, muito bem estruturado, que mescla o passado e o futuro, ambos tendo casais que possuem seus futuros traçados por causa da Segunda Guerra Mundial.

A história gira em torno de Wharton Park, uma propriedade que pertenceu por muito tempo à família Crawford, mas que está a venda no momento, pois Kit Crawford não possui dinheiro para reformá-la e mantê-la funcionando. Ela é extensa, possui vários jardins e, inclusive, uma estufa, aonde o avô de Júlia Forrester trabalhava antigamente, cultivando flores exóticas e famosíssimas: as orquídeas híbridas.

É durante o período de venda de Wharton Park que Kit e Júlia se conhecem. Júlia é uma pianista famosa que acabou de passar por uma tragédia familiar e está na cidade para tentar retornar a ter uma vida normal. Quando sua irmã, Alícia, a convida para irem à Wharton Park, um local que Júlia amava passar seu tempo quando criança, ela não pode recusar a oportunidade e acaba reencontrando Kit, um velho “amigo” de infância.

Durante a reforma de Wharton Park, Kit descobre um diário escondido, que acredita ser do avô de Júlia. Juntos, e com a ajuda da amada Elsie, Kit e Júlia descobrem o que afetou o futuro de Wharton Park, e que a história da família Crawford não é tão simples quanto pensaram.
Em meio a dor e à felicidade da jornada que percorri nos últimos dois anos, eu aprendi a lição mais importante que a vida tem a oferecer e fico feliz por isso. Tudo o que temos é este instante.
A Casa das Orquídeas é um livro maravilhoso. O desenrolar da história acontece de uma forma natural e a leitura se torna muito rápida! Há dois romances centrais na trama: no passado, Olívia e Harry Crawford e, no presente, Júlia e Kit Crawford, que descobrem que até o próprio romance entre eles pode ser afetado por causa das decisões de Harry.

Gostei muito de todas as partes do livro, porém a parte histórica da segunda guerra mundial me impressionou bastante. Nas partes da trama que se remetem ao passado, também me recordei em momentos de Jane Austen e seus romances de época. Além disso, gostei da introdução das flores na história, que deu um diferencial interessante ao livro.

Em resumo, eu recomendo a leitura para quem gosta de apreciar bons romances. Apesar do final corrido e previsível, Lucinda Riley criou uma boa trama, que me alegrou bastante nesse início de férias.


15 Comentários

  1. Gabriel Ribeiro15/12/2013 12:26

    Oie :)

    Nossa eu estou morrendo de vontade de ler esse livro. Ainda mais envolvendo guerra mundial <3

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. É bem interessante, Gabriel. O livro possui umas partes legais sobre a Tailândia também. Vale a pena!

    ResponderExcluir
  3. Parece ser um livro com uma trama muito bem traçada, já tinha ouvido falar, mas nunca tinha lido uma resenha a respeito.

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu amei esse livro e com certeza poderia ter uma continuação, pois no final me deu um gostinho de "quero mais". Super recomendado esse livro, é super leve e tem uma história maravilhosa!

    www.leituramagnifica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alana. Fiquei muito interessada no livro. Bela resenha. Parece ter uma história muito bonita e instigante. Além disso eu me interesso bastante pela II Guerra. Vai pra minha listinha. :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu amei o livro, confesso que a grossura dele me assustou no começo mais não imagino a história com menos páginas.
    A intercalação que a escritora faz entre o presente e o passado e sensacional. Me senti no tempo em que a história se passava. Pretendo com certeza ler mais livros dela.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. É uma história bem interessante mesmo, Flavia! Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Concordo que poderia ter uma continuação, hehe, mas como sou fã de livros únicos, acho que tá ótimo desse jeito. Ás vezes o autor tenta prolongar e acaba estragando um pouco, né? Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Que bom, Nadia! Fico feliz =)
    Também me interesso muito pela II Guerra. Os acontecimentos desse livro trazem ela como plano de fundo, mas não falam tanto sobre, infelizmente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Eu tava entrando em férias, pedi pra minha colega de quarto escolher e nem olhei a grossura, hehe, mas realmente pode assustar um pouco, sim!
    A história é tão bem escrita que depois nem ligamos pro número de páginas, né?
    Também gostei bastante dessa intercalação, mas ás vezes eu queria ficar no passado e ela voltava pro presente, que raiva, hahaha.
    Beijos, tenho outros livros dela em casa e também pretendo lê-los, adorei a escrita da autora!

    ResponderExcluir
  11. Alana
    Esse livro está na meta para 2013, mas acho que não vai dar tempo =(
    Como amante de um bom romance, claro que quero ler!
    Amei a dica!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. Gladys Sena19/12/2013 13:19

    Oi Alana!

    Menina morro de curiosidade com essa trama, mas ainda não tive tempo para encarar as 560 páginas, rs.

    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Gladys =D
    Mas vale a pena, guria... Enfrente o medo e encontre uma história deliciosa!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Aline Coelho23/12/2013 00:21

    Alana querida adoro suas resenha vc sabe né???!!!! Tenho dois livros dessa autora a tempos, mas ainda não li mas ele já está na minha lista para o ano que vem. Como eu estava comentando com uma amiga, meu maior desafio em 2014 será não entrar em desafios porque preciso ficar nos livros que tenho na minha estante, além disso tem os livros de parceria ... Então fique ligada lá no blog que vc verá meu esforço.
    Parabéns pela leitura e resenha, me deixou mega curiosa e ansiosa.
    Beijos \o/

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  15. Oi Aline, obrigada! E eu gostaria de participar de desafios, porém o tempo pra leitura mal existe, hehe. Tô doida para ler os outros livros da autora, que também tenho aqui em casa e espero que sejam tão bons quanto este.
    Beijos.

    ResponderExcluir