Deslembrança

PATRICK, Cat. Deslembrança. Intrínseca. 2012. 256p.

Acho que quase todos já assistiram a “Como se fosse a primeira vez”, um filme estrelado por Adam Sandler e Drew Barrymore, que possui um tipo de amnésia semelhante à perda de memória em curto prazo. Em vários momentos durante a leitura de Deslembrança, eu me lembrei desta comédia romântica porque London Lane possui um problema semelhante, porém ainda mais grave: todas as noites, às 4:33h, ela perde os detalhes do dia anterior; mas o diferencial é que ela consegue se lembrar do que ainda vai acontecer, do futuro. Ela é uma vidente, apesar da autora não utilizar esta palavra.

Para aparentar ser uma adolescente normal, London escreve bilhetes para si antes de dormir, e quando acorda, a primeira coisa que faz é lê-los para saber o que vestiu ontem, o que aconteceu, quais tarefas ela deverá fazer etc. Além dos bilhetes, ela conta com a ajuda de uma mãe prestativa e de uma melhor amiga, que até já decorou o número do armário de London para ajuda-la.

Apesar de tudo, London não é infeliz. Ela já se acostumou com a situação e, somente poucas vezes, fica deprimida por causa dessa fatalidade. Porém, quando London começa a pensar em cemitérios e se lembra de um enterro misterioso, ela sente a necessidade de saber mais e de tentar mudar o futuro, de saber quem morreu e, principalmente, de escapar dessa lembrança.

Eu me lembro do que ainda vai acontecer. Lembro o futuro, mas esqueço o que já passou. Todas as minhas lembranças, boas, ruins ou tanto faz, um dia vão se concretizar. Então, goste ou não – e eu não gosto -, vou me lembrar de estar de pé num gramado recém-aparado, rodeada por pedras e pessoas vestidas de preto, até que isso se torne realidade. Vou me lembrar desse funeral... até que alguém morra. E, depois disso, ele será esquecido.

A história é narrada por London, e o livro retrata o cotidiano da mesma antes da lembrança terrível aparecer e depois, tentando desvendá-la. Simultaneamente, London quer mais informações sobre seu pai, que foi embora enquanto ela tinha seis anos, ela arranja mais um problema ao conhecer um lindo garoto chamado Luke e, por fim, a mesma precisa mudar o futuro de sua amiga, que está prometendo ser uma bela enrascada.

É um livro pequeno, mas que consegue mesclar perfeitamente vários acontecimentos, desde os pequenos até os gigantescos, como o mistério principal. Escrito de maneira leve, acredito que a autora conseguiu escrever um bom rumo para a história, porém, fiquei um pouco decepcionada com o final, não pelos acontecimentos, mas pelo fato de ter sido um pouco mais corrido e eu ainda estou sentindo a necessidade de ler mais sobre a vida das personagens.

Cheguei à conclusão de que a autora teve uma ótima ideia, porém não soube explorá-la adequadamente. Além do final corrido, as respostas para a “doença” de London são inexistentes, na verdade, eu até bolei uma hipótese, mas a autora não escreveu nenhuma. A premissa do livro é inteligente, e eu o recomendo por causa disso, apesar dos defeitinhos, ele possui uma ótima diagramação, uma capa belíssima e uma história envolvente.

Deslembrança

sobre o autor
Alana Homrich Alana Homrich que, com dezesseis anos, criou o blog Acompanhada pelos Livros. Um novo hobby para compartilhar suas opiniões acerca dos assuntos relacionados à literatura. Está passando por uma fase de mudança total em sua rotina.


10 Comentários

  1. Segredos em Livros11/01/2013 09:14

    Oi Alana, tudo bem? Adorei a sua resenha. Sempre tive muita vontade de ler esse livro, pois acho a ideia central da obra muito interessante. E como você mesma disse, também acho a capa belíssima. Adorei o quote escolhido. Bjs, Fê - http://segredosemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. FlaviaPenido11/01/2013 09:16

    Adorei a resenha! O tema realmente é legal, e mesmo que a autora nao tenha desenvolvido bem, coisa que ja li em outras resenhas tb, ainda quero ler.

    Bjokas

    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  3. Esse filme é muito bom. Eu adorei ler e foi uma delícia de leitura! Bem criativa essa ideia, gostei bastante e fiquei com pena de chegar no final e acabar. Vale a leitura.

    ResponderExcluir
  4. Gabriela A.11/01/2013 16:09

    Já li umas três resenhas desse livro, e todo mundo comentou que a autora não conseguiu desenvolver bem a história. Uma pena. Mesmo assim, a história parece ser cativante.

    Beijos,

    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. só quero compra o livro pela capa mesmo ;p

    ResponderExcluir
  6. Esse será uma das minha próximas leituras. Parabéns pela resenha. Espero gostar. Acho a capa linda.

    ResponderExcluir
  7. Olá, bom dia ^^
    Só de olhar a capa desse livro dá vontade de ler de tão linda que ela é; mas tenho receio de me decepcionar com a história :S
    Parabéns pela resenha.
    Beijinho
    Isabelle -http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Alana!

    Dos poucos comentários que li, a maioria dizem que o livro é muito bom, mas apontam certos defeitos também, assim como você! E te confesso, não me interessava muito pelo livro, mas parece-me muito bom!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Alana!
    Eu amo muito o filme como se fosse a primeira vez <3
    E agora sobre o livro não tenho muita vontade de ler, não me chama a atenção.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. barbara paiva20/01/2013 14:24

    nossa que capa belissima, adorei tudo , a resenha esta otima parabens .. onde posso compra-lo?

    ResponderExcluir