O Rei das Fraudes

GRISHAM, John. O Rei das Fraudes. Rocco. 376p.

John Grisham é um autor mundialmente conhecido por seus livros que abordam questões sobre advocacia. Ele se formou em Direito e geralmente critica características do sistema judiciário ou grandes companhias do setor.

O Rei das Fraudes apresenta a história de Clay Carter, um advogado da defensoria pública da capital dos EUA, Washington. Seus clientes geralmente são criminosos, que não possuem dinheiro suficiente para pagar um advogado. Ele não é contente em seu trabalho, pois se formou em uma faculdade renomada e é pouco remunerado, além de defender casos geralmente sem solução.

Clay tem uma namorada há anos chamada Rebecca, e ele pretende se casar com ela, só não sabe quando. Além de não possuir muito dinheiro pra realizar uma grande cerimônia, Clay não gosta dos sogros, que são gananciosos e não apoiam o relacionamento deles.

A mãe de Rebecca a influencia a terminar o namoro, alegando que ele é um perdedor e Rebecca nunca conseguirá ser financeiramente bem-sucedida. Clay está cabisbaixo, afinal o mundo gira em torno de algo que ele não possui: dinheiro.

Então Clay conhece Max Pace, um “bombeiro” pago para consertar os problemas das grandes corporações. Max precisa da ajuda de Clay para arrumar um erro de uma gigantesca indústria farmacêutica, que matou várias pessoas; e se decidir a ajudar Max, Clay resolverá todos os seus problemas financeiros em pouco tempo, além de se tornar famoso e rico.

O autor escreve de uma forma simples, com palavras fáceis e que nos deixa mais curiosos a cada capítulo. Desde o início do livro, pelo desenrolar da história, fui percebendo uma grande trama. De John Grisham, eu já tinha lido O Último Jurado, então já sabia mais ou menos o que esperar.

Porém, ao final, fiquei um pouco decepcionada. Acredito que minhas expectativas eram tão altas, para algo bombástico, que não fiquei contente com algo simplesmente bom. O livro pode ser descrito como morno, afinal não há grandes revelações e as reflexões que aborda são de conhecimento comum.

Eu recomendo a leitura para quem é fã do autor. Caso você não tenha lido algum outro volume do mesmo, pode obter uma impressão errada ao ler este livro. Para conhecer a obra dele, eu recomendaria O Último Jurado, que me deixou uma impressão melhor.

A lição de hoje, que nós leitores já conhecemos, é: não crie expectativas.

Nota: ♥♥♥


14 Comentários

  1. Fabianne Almeida10/10/2012 22:28

    Ja tentei ler um livro dele;Tempo de Matar,mas achei descritivo demais e não consegui terminar de ler!Achei o tema de Rei das Fraudes um pouco superficial.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Taty, pois é. Eu gostei do título e a história até que foi bem interessante, só achei que o final pecou. Beijos.
    Ps.: ainda tenho que aprender a não criar expectativas.

    ResponderExcluir
  3. Vale a pena sim Camila! Principalmente se a pessoa gosta dessa área. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabriela, quando der confere algum livro dele hein? hehe. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Adorei a resenha, ainda não conhecia nada do autor e adorei o tema.
    Gostei bastante da lição.

    Beijos,
    Gabriela - leitoraonline.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olha Aymée eu só li dois livros dele, portanto te recomendo ler O Último Jurado que foi o que eu mais gostei. Mas existem livros mais famosos dele por aí, e acredito que sejam um pouco melhores hehe. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Já tinha ouvido falar desse autor mas não sabia que os livros dele tinham como tema advocacia. Vou indicar pra minha amiga que quer fazer direito :D


    Beijos, Bi
    http://behindenemyline8.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Bianca, achei a sua ideia muito legal, provavelmente ela vai gostar. Depois me conta se ela gostou ok? Beijos.

    ResponderExcluir
  9. ainda não li nada do autor... vergonha.
    preciso o/
    qual me recomenda começar?
    beijosAmy - Visite o Macchiato

    ResponderExcluir
  10. Oi Isabelle! Obrigada pelo selinho, vou lá conferir.
    A história não deixa de ser boa, apesar do final. Pra quem gosta deste tipo de leitura é bem aproveitável, acredito que principalmente pra quem deseja ser advogado, hehe. O livro fala muito sobre os valores. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Parece ser bem interessante a estória! Pena que o desfecho não é bom, mas deve valer a pena ler.
    Beijinhos!


    Camila.loucuradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá :D
    Me interessei pela história, só é uma pena não ter um bom desfecho :/ Algum dia ainda leio :)
    Ps.: Indiquei um selinho para você lá no blog.
    Beijinhos e bom feriado ^^Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Concordo com você quando criamos expectativas demais a estoria nos parece diferente, sofro disso direto, não li nenhum livro desse autor até gostei do titulo mas acho que não vou gostar tanto da estoria


    bjos

    ResponderExcluir
  14. Não conheci o livro e nem o autor..

    ResponderExcluir